OUTRAS
Orgão:
SGM - Administração de Compras e Contratos
Modalidade:
PREGÃO ELETRÔNICO
Número:
02/2020- SGM
Processo:
6011.2019/0002667-4
Publicado em:
19/03/2020
Síntese da Publicação
ESCLARECIMENTOS



Processo n.º 6011.2019/0002667-4



MODALIDADE: PREGÃO ELETRÔNICO Nº 02/2020-SGM



OBJETO: Contratação de empresa especializada no fornecimento de Coletor/Leitor móvel de dados Bluetooth com tecnologia RFID, Etiquetas/TAG RFID Patrimonial, Software (App Android e Web), serviço de atualização e suporte técnico.



PERGUNTAS:



1. Pergunta: Atualmente existe uma linha de coletores de dados integrados RFID. Ou seja, em uma única peça estão integrados o coletor de dados com a antena RFID. São inúmeras as vantagens e economia. Esses coletores integrado são mais resistentes possui um alto grau de proteção, normalmente IP 65. Esses coletores de dados Android, possuem ampla tela LCD de pelo menos 4 polegadas e com teclado numérico funcional extremamente essencial na operação de coleta de dados na operação RFID. Nesses coletores também pode-se habilitar na tela um teclado virtual. Entendemos, e por experiência própria, que nas aplicações em vários órgão públicos, o teclado numérico é fundamental na operação de coleta de dados. Por isso Perguntamos: Poderemos ofertar um coletor de dados integrado com teclado numérico?

2. Pergunta: Os coletores de dados possuem as interfaces bluetooth e Micro USB. A Interface Ethernet não faz parte do coletor dados e em alguns casos, essa interface fica na base fixa e não permite uso em campo. O edital não pede base de carga e comunicação. Perguntamos: Se poderemos ofertar um Coletor de Dados Bluetooth com Micro USB sem o uso de uma base ?

3. Pergunta: Sendo solicitado sistema operacional Android, não faz sentido que o leitor não possua teclado. Não havendo teclado, como serão dados os inputs no software? Podemos considerar o item 3.1.1.4 como erro formal e que no caso serão aceitos tanto teclados físicos como virtuais?

4. Pergunta: Para os itens 2 e 3 são especificadas as dimensões de 50mm x 20mm. Exigir dimensões tão específicas cerceia a ampla concorrência, haja visto que as dimensões podem variar dependendo do fabricante. Esclarecemos também que as dimensões em nada influenciam no desempenho das tags. Desta forma, perguntamos, podemos considerar que as dimensões citadas no edital são referências como dimensões máximas aceitáveis?

5. Pergunta: Softwares mais modernos trabalham com importação e exportação de dados no formato CVS. Neste caso, está correto nosso entendimento de que serão aceitos softwares cujo formato de exportação seja CVS e não XLS?

6. Pergunta: Está correto nosso entendimento de que o upload (importação) de ativos será realizado com arquivos no formato CSV?

7. Pergunta: No item 7.1.1.9 é solicitado que o software "Permitir que cada um dos bens patrimoniais tenha a eles associados uma segunda etiqueta ou transponder RFID UHF, ou seja, uma etiqueta de segurança, de numeração antiga ou backup;". A associação de duas etiquetas para um mesmo item poderá causar duplicidade na informação, por este motivo esta solicitação não ficou clara. Poderia esclarecer qual é a motivação técnica para tal exigência?

8. Pergunta: O item "7.1.1.10. Permitir ainda o registro de uma ou mais fotos a cada um dos bens inventariados e sua devida indexação automática". Em que sentido deverá ser feita a indexação automática? A PMSP está ciente que este tipo de funcionalidade tornará o sistema extremamente lento e pesado?

9. Pergunta: Sendo o objetivo da contratação a modernização do sistema de inventário via RFID, não faz sentido o que está sendo solicitado no item "7.1.1.11. Permitir o cadastramento de um bem patrimonial sem a vinculação da etiqueta RFID UHF e ainda o uso de tecnologias como código de barras ou mesmo a digitação do código de identificação da etiqueta;". Poderiam especificar qual o objetivo da PMSP com esta solicitação e qual o embasamento técnico para esta?

10. Pergunta: A comunicação via GPRS é de responsabilidade da contratante. Considerando sua complexidade, está correto nosso entendimento de que a comunicação com a base de dados poderá ser feita via GPRS (Responsabilidade da CONTRATANTE) ou WIFI, ou seja, a obrigatoriedade para apenas um dos tipos de conexão? Podemos considerar que apresentando a conexão via WIFI a conexão GPRS não é obrigatória ou vice versa?

11. Pergunta: O trecho disposto no item 7.1.1.15 parece ser cópia de texto comercial de algum fornecedor específico, não havendo base técnica para a sua exigência. Desta forma, podemos considerar este item como erro formal? Sendo este mantido, favor esclarecer as bases técnicas para tal?

12. Pergunta: As funções do item 7.1.1.16 e 7.1.1.17 são típicas do Excel e não se aplicam para softwares de inventário, desta forma perguntamos: Podemos considerar os itens 7.1.1.16 e 7.1.1.17 como erros formais e não aplicáveis ao objeto da licitação?

14. Pergunta: Está correto nosso entendimento de que o upload citado no item 7.1.1.22 será feito através de arquivo no formato CSV?



RESPOSTAS



1. Resposta: O coletor/leitor RFID deve possuir teclado físico e virtual.

2. Resposta: O coletor de dados deverá possuir conexão WIFI.

3. Resposta: O coletor/leitor RFID deve possuir teclado físico e virtual.

4. Resposta: As dimensões devem ser aproximadas: 50 mm (comprimento) x 20 mm (largura).

5. Resposta: Informamos que a exportação deverá ser no formato ".CSV e/ou .XLS" ao usuário de perfil solicitante;

6. Resposta: O upload (importação) de ativos deverá ser realizada no formato ".CSV e/ou .XLS".

7. Resposta: Alteramos a redação para constar: Permitir inserir um número patrimonial existente na TAG/RFID;

8. Resposta: Alteramos a redação para constar: Permitir ainda o registro de pelo menos uma foto a cada um dos bens inventariados;

9. Resposta: O item foi suprimido.

10. Resposta: A conexão GPRS será obrigação da CONTRATANTE.

11. Resposta: Os itens 7.1.1.11. e 7.1.1.15 com informação referente a códigos de barras foram suprimidos.

12. Resposta: O item 7.1.1.16 foi removido do termo de referencia, e o 7.1.1.17 foi alterado a sua redação como segue: Possuir no cadastramento/inclusão de um novo ativo, uma função para inserir bem patrimonial com os dados semelhantes ao do ativo anterior;

13. Resposta: Alteramos a redação para constar como segue: Permitir atravez do sistema a visualização dos bens vinculados a outro ambiente, porém localizados no ambiente de leitura, dando a possibilidade de transferi-los para o ambiente de referência;

14. Resposta: A importação de bens cadastrados será realizada no formato disponível do software CSV e/ou .XLS.